Blog do Paulinho

Na reunião em que foi formalizada a demissão do treinador Mano Menezes da Seleção Brasileira, a convocação do jogador Durval foi tratada como a “gota d’água” pelo presidente José Maria Marin.

Fala-se, nos bastidores, que o próprio dirigente teria providenciado uma “armadilha” para comprovar que o treinador vendia convocações.

Um empresário teria combinado com Marin que acertaria a convocação do jogador com o treinador, mediante acerto financeiro.

Semanas depois, Durval, de 33 anos, sem nunca ter sido lembrado para lista nenhuma da Seleção Brasileira, foi chamado.

Em sendo verdade, e tudo indica que seja, Mano teria caído no velho abismo daqueles que abusam do direito de errar ao acreditarem estar impunes após repetidos atos descompromissados com a ética e a moral.

Ver o post original

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s