Os piores massacres em escolas

Depois que um maluco, para não falar coisas piores, invadiu uma escola no Rio de Janeiro e matou várias crianças, o assunto sobre massacres a escolas se tornou corriqueiro no nosso país, que não está acostumado com isso.

Infelizmente temos que passar por isso, mas outros países já tiveram que ver suas crianças sendo mortas por algum monstro e essas atrocidades acabaram tornando-se um bom motivo para que suas escolas ficassem mais seguras, e esperamos que aconteçam as mesmas melhorias aqui, pois não queremos ter uma lista com o piores massacres a escolas no Brasil.

Confira essa triste lista, que mostra o quão maldoso e monstruoso o ser humano pode ser:

 

Escócia – 13 de março de 1996

thomas-hamilton-pic-reuters-234103943

Thomas Hamilton, que tinha 44 anos no dia, invadiu a Escola Primária de Dunblane e matou 16 crianças com idades entre 5 e 6 anos, além do professor da classe. Após deixar 15 feridos e alguns mortos, Thomas cometeu suicídio.

 

Japão – 8 de junho de 2001

Um homem invade uma escola primária em Tóquio e mata 8 crianças a facadas.

 

Estados Unidos – 20 de abril de 1999

columbine-shooters

Dois jovens, Eric Harris (18 anos) e Dylan Klebold, invadiram o instituto Columbine e abriram fogo contra todos que viam. Os dois assassinos deixaram 13 mortos e 21 feridos, a maioria sendo alunos entre 17 e 19 anos. Depois disso cometeram suicídio.

 

Estados Unidos – 16 de abril de 2007

Conhecido como “O Massacre de Virginia Tech”, esse é o pior ataque a uma instituição de ensino já registrado nos E.U.A, deixando 33 mortos, além de 25 feridos. Cho Seung-Hui, um estudante sul coreano, foi o responsável por todas as mortes.

 

Rússia – 01 de setembro de 2004

300px-Beslan_school_no_1_victim_photos

Esse foi com certeza o pior ataque já feito a uma instituição de ensino, pois vitimou 344 pessoas, sendo 186 crianças. O assassinato em massa ocorrido na Escola Número Um, em Beslan, começou como um sequestro, porém as negociações não conseguiram avançar, de maneira que o governo resolveu invadir o prédio onde os sequestradores mantinham todos os reféns, mas infelizmente a ofensiva deu errado, pois muitos explosivos haviam sido instalados no local e foram detonados antes que os criminosos fossem pegos. Essa falha no ataque deu tempo para os sequestradores, além de detonarem os explosivos, pudessem descarregar suas armas nas vitimas indefesas, aumentando ainda mais o número de mortos.

 

Brasil – 7 de abril de 2011

20110407111624259033o

Wellington Menezes de Oliveira invadiu sua ex-escola e disparou mais de 50 vezes, matando 12 crianças (10 meninas e 2 meninos), além de ter deixado outros 13 feridos, antes de ser surpreendido por um policial e se suicidar.

Fonte:Minilua

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s