Conheça mitos e verdades sobre o ronco

O ronco é o principal sinal da apneia do sono – uma parada respiratória com duração de pelo menos dez segundos nos adultos, e dois ou três segundos nas crianças. A doença acomete sete em cada 100 pessoas e o alvo são homens, por volta de 40 anos, que estão acima do peso.

O ruído provocado pelo ronco ocorre por um estreitamento ou obstrução nas vias respiratórias superiores durante o sono. Acontece que em meio a esse assunto, existem alguns mitos que a dentista Valéria Bordallo, especialista em ronco e apneia, esclarece.

O ronco pode causar apneia?
Pode causar, mas não necessariamente todo indivíduo que ronca tem apneia. O ronco é apenas o barulho causado pela vibração da entrada do ar durante a respiração, e a apneia é caracterizada por eventos recorrentes de obstrução da via aérea superior durante o sono.

Dormir de barriga pra cima é a causa do ronco?
Há vários fatores relacionados ao ronco: flacidez da musculatura, anatomia da face, obstrução nasal crônica, obesidade. Estes são alguns dos fatores que dificultam a passagem de ar pelas vias aéreas superiores, provocando o ronco. Por isso não podemos afirmar que o ronco seja mais frequente em quem dorme de barriga para cima, o indivíduo pode roncar em qualquer posição.

Quando ronco é sinal que estou dormindo profundamente?
Não. Em geral, quem ronca não atinge o sono profundo e, muitas vezes, acorda com o barulho do próprio ronco.

Quando alguém exagera na bebida tem mais chance de roncar?
Sim. O consumo exagerado do álcool provoca hipotonia da musculatura faríngea, favorecendo a obstrução da via aérea, o que aumenta as chances do indivíduo roncar.

Quando a pessoa está muito cansada, ela ronca?
O cansaço pode aumentar o ronco, justamente pelo fato de provocar um relaxamento maior da musculatura das vias aéreas superiores.

O ronco é um problema para casais?
O ronco causa sérios problemas sociais. Dependendo do grau, desgasta a relação do casal, levando-o muitas vezes a dormir em quartos separados.

Roncar está relacionado com disfunção erétil?
Segundo estudos, quando o ronco estiver associado à SAOS (síndrome da apneia obstrutiva do sono) até 25% dos homens (dentro deste quadro de ronco e apneia) apresentam redução da libido e impotência.

O dentista pode ajudar no tratamento do ronco? Como?
Sim. Dependendo do caso, há um aparelho intra oral utilizado durante o sono, indicado para melhorar a passagem de ar pela orofaringe, diminuindo ou até mesmo acabando com o ronco.

Ronco não tem solução?
O ronco tem solução. Dependendo do caso, o indivíduo pode ter que se submeter a uma cirurgia devido à hipertrofia da adenoide ou a um desvio de septo, por exemplo. Em outros casos, precisa tratar da rinite alérgica. Mas, na grande maioria dos casos, o uso de um aparelho intra oral em adultos durante o sono, diminui o ronco de 80% a 100%. É necessário que seja feita uma avaliação para se chegar ao tratamento correto.

O ronco pode causar problemas cardiovasculares?
O simples fato de roncar já aumenta de 3 a 5 vezes a chance de o indivíduo vir a sofrer algum acidente cardiovascular nos próximos 5 anos, sobretudo infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral.

Problemas bucais podem causar o ronco ou vice-versa?
O ronco pode causar problemas bucais devido à respiração bucal, causando a chamada xerostomia (sensação de boca seca), o que pode provocar halitose ou até mesmo aumentar o índice de cáries.

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s