CRIANÇAS CRIADAS POR ANIMAIS

Em algumas partes do mundo existem casos de crianças que foram criadas com animais. Não se sabe ao certo as circunstâncias em que as levaram a essa condição, mas o interessante é que essas crianças desenvolveram os hábitos dos animais que as criaram. Algumas morreram quando foram resgatadas e levadas para abrigos e orfanatos, as que sobreviveram tiveram muitas dificuldades em abandonar os hábitos animalescos e se portarem como seres humanos.


O primeiro contato que tive com esse tema foi na faculdade, nas aulas de sociologia, desde então pesquiso sobre o assunto.                                                                                                          Estes são alguns casos que chegaram ao meu conhecimento:
 
 
 
 
Bello -> deficiente físico e mental, foi criado por chimpanzés na floresta de Falgore, na Nigéria. Ele foi encontrado em 1996, com aproximadamente 2 anos de idade. Bello caminhava como um chimpanzé, usando as pernas e os braços arrastando no chão, e sua expressão vocal era similar aos dos macacos que o criaram. Ele foi levado para um abrigo, vindo a falecer em 2005.
 
 
 
 
Sanichar Dina -> foi criado por lobos em uma floresta na Índia. Ele foi encontrado em 1867, com aproximadamente 6 anos de idade, quando caçadores o viram seguindo um lobo até a toca. Sanichar foi levado para um orfanato, mas não conseguiu se adaptar, ele não aceitava as roupas, caminhava como os lobos, comia carne crua e  passava o dia afiando os dentes em um pedaço de osso.. Faleceu 28 anos depois.
 
 
 
Oxana Malaya -> foi criada por cães em um barracão em um bairro pobre da Ucrânia depois de ser abandonada pelos pais. Ela foi encontrada em 1991, com aproximadamente 8 anos de idade. Seu vínculo com os cães era tão intenso, que quando os funcionários da prefeitura chegaram perto dela para resgatá-la foram afugentados por eles. Na segunda tentativa conseguiram chegar até ela. Oxana tinha atitudes iguais aos dos cães, ela rosnou , latiu, andou por todos os lados como um cão, cheirou a comida antes de comer, e foi encontrado nela sentidos extremamente aguçados de audição, olfato e visão.  Hoje em dia ela vive em um lar para deficientes mentais.
 
 
 
Daniel -> foi criado por cabras na região dos Andes. Foi encontrado em 1990, com aproximadamente 12 anos. Ele tinha todos os hábitos dos animais selvagens, andava sobre os 4 membros e dizem que se comunicava com as cabras. Seu paradeiro é desconhecido.
 
 
 
 
 
 
Menino Gazela -> caso muito pouco documentados. Sabe-se que foi encontrado em meio a gazelas na Síria em 1946, com idade estimada em 10 anos. Tiveram que usar um jipe para resgatá-lo, pois ele conseguia correr a uma velocidade de 50 km/h. Seu paradeiro é desconhecido.
 
 
 
 
 
O menino lobo de Hesse -> este caso também é muito pouco documentado, os únicos manuscritos sobre esse menino foram escritos por Monges Beneditinos. O garoto foi encontrado no ano de 1344 na Alemanha, por volta dos 10 anos de idade. Ele tinha todos os hábitos dos lobos que o criaram. Levado a um orfanato, morreu poucos dias depois. Dizem que o menino  foi levado da família pelos próprios lobos.
 
 
 
Joseph -> foi criado por ursos na Lituânia. Foi resgatado em 1661, com idade estimada em 8 anos. Ele mordia,  arranhava e se debatia ferozmente. Levado para a Polônia, Joseph foi batizado e conseguiu adquirir alguns hábitos humanos, mas passou a vida comendo carne crua. Morreu em idade avançada.
 
 
 
 
O menino Leopardo de Cachar -> esse caso é muito pouco documentado. O garoto foi encontrado em 1938 na Índia. Ele estava vivendo com uma fêmea de leopardo e seus filhotes, dizem que foi a fêmea que o teria tirado de casa e o levado para a selva. O garoto foi devolvido a família, e apesar de ser quase cego, conseguia distinguir pessoas e objetos pelo olfato.
 
 
 
Estes são apenas alguns casos dos muitos que foram documentados ao longo da história, e a estimativa é que hoje em dia ainda haja crianças vivendo com animais, como é caso de um menino russo encontrado em 2007 vivendo com lobos. O garoto foi levado para um hospital mas consegui fugir para a selva, onde se encontra até hoje.
 
 
 
Deixei para o final o caso mais famoso e melhor documentado, trata-se das garotas Amala e Kamala, encontradas pelo padre J.A.L. Singh vivendo em uma floresta da Índia com lobos, próxima a vila de Midnapore. As meninas, uma de 3 e outra de 5 anos, foram levadas para um orfanato em 1920. Elas caminhavam sobre os 4 membros, não se acostumavam com roupas, comiam carne crua e tinham um brilho peculiar nos olhos. Após um ano Amala faleceu, enquanto Kamala sobreviveu por 9 anos. Nesse período ela aprendeu algumas palavras e começou a andar na posição eretra.
 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s