10 animais bizarros descobertos em 2012

Fim de ano é época de relembrar acontecimentos marcantes. A ciência teve vários desses momentos, especialmente no que diz respeito à descoberta de alguns dos animais mais estranhos do mundo. De vermes zumbis a peixes com pênis na cabeça, confira 10 animais bizarros encontrados esse ano:

1 – Uma tulipa com sistema digestivo


Um fóssil antigo encontrado no Canadá parece um campo de tulipas congelado em rochas. Na verdade, essas criaturas semelhantes à flor são animais marinhos, diferentes de tudo que já vimos antes.

Siphusauctum gregarium viveu há 500 milhões de anos e se alimentava através de um filtro. O animal, do comprimento de uma faca de jantar, tinha uma “cabeça” bulbosa que contém um sistema de alimentação e um intestino bizarro. Em vez de filtrar água por alimentadores externamente, S. gregarium parece ter bombeado água através de sua “cabeça de tulipa”, capturando as partículas de alimento que passavam. Os cientistas não têm certeza de onde essa criatura incomum se encaixa na árvore evolutiva.

2 – Criatura bizarra presa em casulo


Cerca de 200 milhões de anos atrás, uma sanguessuga secretou um casulo viscoso sob água ou sob uma folha molhada, e um animal minúsculo da largura de apenas alguns cabelos humanos ficou preso a ele. Mal a criaturinha encostou no casulo, foi engolfada por inteiro. Essas circunstâncias incomuns resultaram em algo quase inédito: a preservação completa de um animal de corpo mole, sem ossos duros para fossilizar.

Os cientistas dizem que a criatura microscópica parece ser do gênero Vorticella (espécies de protozoários). Seu talento é se locomover usando sua cauda como uma “bobina” a uma velocidade de 8 centímetros por segundo, o equivalente a um ser humano percorrer três campos de futebol americano em um segundo.

3 – Lêmure canibal


Esse ano, enquanto estudavam o adorável lêmure rato cinza (Microcebus murinus) em Madagascar, pesquisadores se depararam com uma cena terrível: um macho da espécie se deleitando com a carne de uma fêmea morta.

Apesar de outros primatas (incluindo os humanos) já terem sido documentados praticando canibalismo, os cientistas nunca tinham visto um lêmure rato sequer comer outro mamífero. Os pesquisadores documentaram o caso no American Journal of Primatology.

4 – Bicho de 750 pernas


Uma centopeia branca com 750 pernas em um corpo de apenas um a três centímetros foi descoberta esse ano. Illacme plenipes é a detentora do recorde mundial de “criatura com mais pernas”. É encontrada, curiosamente, em uma aérea de apenas 4,5 quilômetros quadrados no norte da Califórnia (EUA) – o que é duplamente estranho, porque seu parente vivo mais próximo mora na África do Sul.

As centopeias podem ter se espalhado por todo o planeta quando a maior parte da terra estava unida em um supercontinente, a Pangéia. Quando o supercontinente se separou em dois, 200 milhões de anos atrás, os parentes podem ter sido separados também.

5 – Predador marinho que deixa Tiranossauro rex no chinelo


Voltando a fauna marinha antiga, essa é uma criatura muito mais assustadora do que um animal que se parece com uma flor. “Predador X”, ou “pliossauro de Dorset”, um réptil marinho gigante que foi o maior predador dos mares 150 milhões de anos atrás, finalmente ganhou um nome científico, este ano.

Pliosaurus funkei, como é agora conhecido, tinha 12 metros de comprimento e um crânio de 2 metros. “Ele tinha dentes que teria feito um T. rex chorar”, disse o pesquisador Patrick Druckenmiller, paleontólogo da Universidade e Museu do Alasca (EUA).

6 – Cobras com tentáculos


No mês de outubro esse ano, oito cobras com tentáculos nasceram no Zoológico Nacional Smithsonian (EUA). Não era uma brincadeira de Halloween. A equipe do zoológico estava tentando cruzar a rara serpente aquática Erpeton tentaculatus por quatro anos até alcançar o sucesso. Essas bizarras serpentes do sudeste asiático são cobras com dois tentáculos pequenos sobre seus “focinhos”. Estes tentáculos agem como bigodes para ajudar as cobras a sentir as vibrações de peixes nadando por perto.

7 – Peixe com um pênis na cabeça


Falando de animais marinhos estranhos, este peixe tem uma anatomia bizarra. Pesquisadores do Vietnã anunciaram em agosto a descoberta de um peixe com um pênis em sua cabeça.

Sim, um pênis. E não qualquer pênis – o órgão inclui um “gancho” para agarrar fêmeas durante o sexo. Os genitais delas estão localizados em sua garganta. A espécie é nomeada Phallostethus cuulong e é um dos poucos peixes que fertiliza ovos dentro do corpo feminino e não no exterior. O apêndice em forma de gancho parece ter evoluído para garantir que o esperma do macho chegue ao lugar certo.

8 – Esponja carnívora


Parece uma harpa ou um candelabro delicado, mas é na verdade uma esponja carnívora. A chamada “esponja-harpa” agarra e lentamente digere pequenos crustáceos antes mesmo de conhecê-los melhor.
Esta criatura bizarra nunca tinha sido observada por olhos humanos antes de 2000, quando uma equipe do Monterey Bay Aquarium Research Institute usou um submersível remotamente operado em águas de 3,5 km de profundidade ao largo da costa central da Califórnia (EUA). Mais tarde, eles capturaram dois espécimes do animal, que é cientificamente chamado de Chondrocladia lyra.

As esponjas se alimentam no fundo do oceano, deixando as correntes oceânicas levarem infelizes pequenos crustáceos até seus membros que parecem hastes – lá esses ficam presos, e são lentamente digeridos. Os “ramos de candelabro” podem maximizar o número de criaturas que essas esponjas carnívoras pegam.

9 – Vermes zumbis


Se você precisa de mais provas dos horrores das profundezas, considere o verme zumbi, que se alimenta de ossos de baleias e outras criaturas do mar, apesar de não ter uma boca. Em julho deste ano, pesquisadores disseram ter descoberto como esta criatura sem boca come osso: ela excreta ácido.

O ácido permite que os vermes quebrem e absorvam o osso. Mas isso é apenas a ponta do iceberg de estranheza destas criaturas incrivelmente adaptadas. As fêmeas crescem a cerca de 3 centímetros de comprimento, mas os machos nunca ficam maiores do que 1 milímetro. Eles parecem viver nos tubos gelatinosos que cobrem as fêmeas, com nenhum outro propósito a não ser fertilizar seus ovos.

10 – Tartaruga que faz xixi pela boca


Uma tartaruga encontrada na China muitas vezes mergulha a cabeça em poças de água na terra seca, o que era um mistério para os pesquisadores, uma vez que esses animais respiram ar. Agora, eles dizem ter descoberto o motivo: o animal (Pelodiscus sinensis) pode essencialmente fazer xixi pela boca.

Essas tartarugas excretam ureia, o principal componente da urina, através das brânquias em suas bocas, um talento visto anteriormente apenas em peixes. Esta pode ser uma adaptação das tartarugas ao ambiente salgado. Como elas não conseguem obter água doce suficiente para lavar ureia através de sua urina, transportam-na através de suas brânquias e depois enxaguam a boca cheia de ureia com água salgada.[LiveScience]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s